Seja Bem-Vindo a SB Ortoimplante

Preenchimento labial: o que é, quais são os tipos e mais procurados

Preenchimento labial

Preenchimento labial: o que é, quais são os tipos e mais procurados

Cada vez mais procurado, o preenchimento labial corrige assimetrias, elimina rugas ao redor da boca e garante contornos mais acentuados. Muitas pacientes realizam esse procedimento para aumentar os lábios, a fim de deixá-los mais carnudos e/ou para promover a harmonização facial.

No entanto, antes de fazer esse investimento, é necessário conhecer muito bem o que é e como essa intervenção estética funciona, bem como as substâncias presentes dentro das injeções, pois existem algumas contraindicações e efeitos colaterais.

Reunimos, aqui, algumas informações que você precisa saber antes de realizar o procedimento. Confira!

O que é preenchimento labial?

É uma técnica da medicina cosmética, geralmente sem interferência cirúrgica, na qual é injetada substância específica na extensão dos lábios a fim de deixá-los mais proporcionais e atraentes.

O preenchimento ou escultura labial é recomendado nos seguintes casos:

  • assimetrias labiais;
  • rugas periorais;
  • perda da convexidade ou do contorno dos lábios;
  • aumentar os lábios (respeitando a harmonização facial).

Quais são as substâncias mais utilizadas?

Existe uma boa variedade de produtos para preencher o desenho da boca. Para que você entenda as características de cada um, dividimos as substâncias em categorias.

Preenchimento labial absorvível

Com ácido hialurônico

Esse é o mais utilizado, pois é apontado como o mais satisfatório e seguro. O ácido hialurônico nada mais é do que colágeno em formato de gel, uma substância que é produzida pelo próprio corpo, com pouquíssimas chances de provocar efeitos adversos.

Em geral, o produto vem em seringas estéreis com 1 ml, que normalmente já contêm anestésicos, sendo injetado pelo clínico (médico ou odontologista) com o auxílio de agulhas ou cânulas.

A vantagem é que causa uma ampliação natural dos lábios e uma hidratação extra, deixando-os mais vistosos devido ao fato de a substância “puxar” a água corporal para a superfície dos tecidos da boca.

Duração: entre 1 e 2 anos, dependendo da paciente.

Com gordura da paciente

Essa também é uma alternativa segura, pois usa a gordura da própria pessoa. Porém, ela pode ser de maneira imprevisível, levando a um inchaço nos lábios nos primeiros dias, em consequência de uma reação inflamatória. A desvantagem desse tipo é o paciente ter que passar por um procedimento mais invasivo para retirada da gordura do enxerto.

Essa técnica consiste em remover a gordura de outras áreas do organismo, o que a torna a torna mais propícia para uma intervenção estética mais completa, como o preenchimento facial, que são aplicações feitas em três regiões do rosto: boca, bochechas e olheiras.

Duração: permanente desde que o paciente permaneça com a mesma estrutura corporal.

Preenchimento labial inabsorvível

Aqui, a toxina mais usada é o polimetilmetacrilato (PMMA). A técnica é popularmente conhecida como bioplastia.

Ela é, sem dúvida, a mais arriscada, pois a solução é sintética e pode causar inflamações graves, como o surgimento de nódulos chamados de granulomas. A remoção dessas lesões é muito complicada, além da possibilidade de causar sequelas irreversíveis.

Powered by Rock Convert

O valor do preenchimento labial com esse produto e o efeito permanente fazem dessa uma opção tentadora, porém perigosa.

Duração: definitivo — só pode ser removido cirurgicamente

Importante! A toxina botulínica (popularmente chamada de botox) é indicada para imperfeições que prejudicam o sorriso, como o sorriso gengival, e para melhorar o contorno do rosto na linha da mandíbula.

Qual a idade mais indicada?

O procedimento pode ser feito já no final da adolescência, desde que haja permissão dos pais. Nessas situações, a intervenção mais usada é a correção de deformidades estéticas.

A idade predominante das pacientes que optam pelo preenchimento labial é em torno dos 20 – 40 anos, seja para ter uma boca mais volumosa, seja para eliminar os primeiros traços do envelhecimento facial.

Após os 50 anos, os lábios perdem volume (ficam mais finos), sendo que a técnica é utilizada para corrigir o aspecto caído e flácido do tecido bucal.

Como é feito o preenchimento labial?

É realizado em consultórios especializados e dura cerca de 30 minutos, com anestesia local. Durante o efeito anestésico, o profissional em estética injeta a substância por meio de pequenas agulhas.

O volume aplicado varia de acordo com a necessidade de cada paciente e da visão do perito, que vai prezar por um efeito harmônico e que melhore os traços faciais da pessoa. Tudo é feito com calma e de maneira gradual, afinal, menos é mais.

Qualquer um pode fazer?

A procura é mais comum entre mulheres com lábios desproporcionais ou muito finos. Independentemente disso, uma avaliação minuciosa é crucial antes de fazer esse procedimento, porque o preenchimento labial é contraindicado em pessoas com os seguintes históricos:

  • doenças autoimunes;
  • gestantes;
  • alergia a determinadas substâncias usadas na aplicação;
  • lesões na parte externa e interna da boca;
  • herpes ativas nos lábios.

O que esperar do antes e depois do procedimento?

Você já deve ter olhado diversas imagens de antes e depois em páginas da internet. E o resultado da maioria dos casos é uma harmonização natural dos lábios, apenas realçando seus contornos. Vale ressaltar que o inchaço dá a impressão de que a boca ficou grande, porém. esse efeito passa após alguns dias.

Quais os principais cuidados ao realizar um preenchimento labial?

Embora seja uma intervenção tranquila e segura, é necessário ter cuidado: somente profissionais qualificados podem fazê-la. Além disso, ainda que o ácido hialurônico seja o produto mais indicado para esse procedimento, é preciso aplicá-lo com cautela para evitar complicações desnecessárias. Por isso, a escolha de uma clínica renomada, de confiança e habilitada para realizar a escultura labial é imprescindível.

No mais, basta seguir as recomendações prescritas para tomar as devidas precauções após a aplicação da substância para que tudo corra bem e o resultado seja convincente.

É importante que o médico ou odontologista estético informe que podem surgir edemas e hematomas nos dias subsequentes. Portanto, recomenda-se usar gelo no local nas primeiras 24 horas após a realização do procedimento.

Por que escolher um dentista para fazer o procedimento?

Um dentista especializado em harmonização facial é uma boa alternativa, pois ele pode garantir ótimos resultados para o paciente por ter conhecimentos profundos sobre face e região periodal, principalmente.. Existem clínicas odontológicas que contam com equipes preparadas para avaliar pessoas que procuram esse tipo de tratamento, a fim de fazê-lo com perfeição e segurança.

E então, compreendeu o que é e como funciona o preenchimento labial? Esperamos que sim. Aproveite este momento e assine nossa newsletter para conferir outros conteúdos interessantes. Assim, você fica por dentro de todas as novidades referentes à odontologia, como prevenções, procedimentos estéticos e dicas de saúde bucal.

Compartilhar:

Beatriz Senne de B. Novais

Beatriz Senne de B. Novais

Autora do Blog da SB ortoimplante | CRO 35323 | Reabilitação Oral - PUC RJ | Harmonização Orofacial (Membro Sbti) | Especializada em odontologia do Sono.

Leave comment

Postado em 22 de maio de 2019, por beatrizbritto.