Seja Bem-Vindo a SB Ortoimplante

O que é a mordida cruzada e como tratá-la?

O que é a mordida cruzada e como tratá-la?

A mordida cruzada é um problema oclusal que atinge pessoas de diferentes idades e que pode causar sérios danos para a saúde de uma pessoa. Também conhecida como mordida invertida, o problema atinge a arcada dentária e está associado a uma mudança que geralmente acontece durante o desenvolvimento estrutural da face e do crânio.

Com base nisso, vamos desenvolver mais sobre o assunto e mostrar o que é, de fato, esse tipo de mordida, quais são os danos que ela pode causar e como ocorre o tratamento.

Se você quer saber mais para manter a saúde e a beleza do seu sorriso, leia esta publicação e aproveite cada informação!

Definição de mordida cruzada

Resumidamente, essa mordida é simplesmente um desalinhamento dos dentes. Isso significa que, ao fechar a boca, um ou mais dentes da arcada dentária superior não conseguem se alinhar com a inferior e, com isso, ficam mais próximos da língua ou da bochecha. O mesmo problema também pode acontecer quando falta espaço no maxilar e há o apinhamento dos dentes.

O resultado é um sorriso visualmente torto, capaz de diminuir a autoestima de qualquer pessoa, além de provocar incômodos durante a mastigação e gerar problemas na saúde bucal, como gengivite e cáries, por exemplo.

De um modo geral, é possível afirmar que existem dois tipos principais da mordida:

  • a anterior, popularmente conhecida como “queixo para frente”, que é quando os dentes superiores da parte da frente fecham por trás dos dentes da arcada inferior;
  • a posterior, também chamada de lateral, que é quando os dentes superiores se fecham por dentro dos dentes inferiores.

Sintomas do problema

Além de o problema poder ser identificado visualmente — por meio do sorriso torto —, existem outros sintomas associados à saúde bucal. Sentir dor de cabeça frequentemente e até mesmo ouvir zumbidos são exemplos, já que a mordida gera danos na articulação entre os maxilares.

Também podem ocorrer sintomas como a sensibilidade dentária devido ao desgaste do esmalte dentário que o desalinhamento provoca e, em casos mais graves, a perda do tecido estrutural dos dentes — tanto gengival quanto ósseo.

Principais causas

Geralmente, as causas desse tipo de mordida estão relacionadas tanto a fatores internos quanto externos. Entre os mais comuns, é possível citar:

  • anomalias ósseas congênitas;
  • anomalia no desenvolvimento do maxilar;
  • postura incorreta;
  • respiração bucal;
  • perda precoce ou prolongada dos dentes de leite;
  • genética;
  • atraso no crescimento dos dentes;
  • maus hábitos, como chupar os dedos, utilizar chupetas, roer unha e morder objetos, como tampa de caneta.

Danos que o problema pode gerar

Apesar de um dos motivos principais para a busca do tratamento estar relacionado à fatores estéticos, a mordida cruzada gera ainda sérios danos na saúde bucal.

Entre as possíveis complicações em adultos, ocorre o desgaste excessivo da gengiva e dos dentes, o surgimento de cáries e doenças gengivais — como gengivite e periodontite —, retração da gengiva, comprometimento das articulações bucais e até fratura dos dentes.

É comum ainda ocorrer, com frequência, mordidas acidentais nas bochechas — que provocam machucados e possíveis inflamações —, bruxismo e dores na região dos ombros, do pescoço e da cabeça devido a contração contínua do músculo da mandíbula.

Na infância, a presença desse tipo de mordida pode desencadear problemas no desenvolvimento dos ossos faciais e refletir na respiração, na mastigação e no desenvolvimento fonoaudiológico.

Tratamento adequado para o problema

Para identificar, acompanhar e tratar o problema, é imprescindível se consultar com um profissional em uma clínica odontológica. Apesar de cada caso ser bastante específico e necessitar de cuidados especiais, as principais formas de tratamento estão relacionadas ao uso de um expansor de palato ou de aparelho dentário.

Em alguns casos, o dentista deve recorrer a outros tipos de procedimentos, como cirurgias e remoção dos dentes. No entanto, é elementar realizar cada processo com um especialista.

Agora que você já sabe tudo sobre a mordida cruzada, já pode ir até uma clínica odontológica e se certificar de que tanto a sua estética quanto sua saúde bucal estejam em dia.

E aí, gostou do conteúdo do post? Quer saber mais sobre esse e outros assuntos? Então assine a nossa newsletter e receba conteúdo diretamente na caixa de entrada do seu melhor e-mail!

Compartilhar:

Leave comment