Seja Bem-Vindo a SB Ortoimplante

Você sabe o que é e como funciona a rinomodelação? Venha descobrir!

rinomodelação

Você sabe o que é e como funciona a rinomodelação? Venha descobrir!

Nem sempre as pessoas estão satisfeitas com as características do seu nariz. Esse é um dos principais motivos que levam à procura de cirurgias plásticas, porém, nem todos querem ou podem se submeter a um procedimento invasivo. Para esses, uma opção interessante é a rinomodelação.

Essa técnica é mais simples do que a rinoplastia porque não precisa de cortes ou fraturas para alterar as formas do nariz e corrigir imperfeições. Um fator interessante é que ela pode ser realizada até mesmo no consultório do dentista.

Quer saber mais sobre esse procedimento? Então, continue lendo nosso artigo porque explicaremos o que exatamente é a rinomodelação, quais são as suas indicações, como ela é feita e os cuidados necessários para que tudo seja um grande sucesso. Acompanhe e descubra uma forma mais simples de ter o nariz que você sempre sonhou!

O que é a rinomodelação?

Por estar posicionado bem no centro da face, o nariz promove um impacto estético significativo. Sendo assim, algumas características ou imperfeições que apresente podem incomodar o indivíduo.

A insatisfação com a aparência ou formato dele é solucionada por meio da plástica de nariz, ou seja, a rinoplastia. Porém, é verdade que esse procedimento é invasivo, já que existe a necessidade de fazer cortes ou fraturas para alcançar os resultados esperados.

Em função disso, nem todos se submetem ao tratamento, por insegurança com a técnica, o pós-operatório ou mesmo falta de tempo para realizar a cirurgia. Há, também, aqueles que por questão de saúde ou outros fatores não podem ser operados.

Porém, não é preciso conviver com essas características que desagradam, afinal, existe uma alternativa à rinoplastia. Estamos falando da rinomodelação, um procedimento rápido, simples e indolor que faz a correção de defeitos e imperfeições por meio da aplicação de ácido hialurônico e/ou uso de fio de tração Pdo no caso da ponta nasal.

A rinomodelação também é chamada de bioplastia de nariz ou rinoplastia não cirúrgica. Por ser muito segura, apresenta poucas contraindicações e tem um custo-benefício muito atrativo, além do fato de a recuperação ser mais tranquila e com poucas chances de complicações.

Quais são as indicações e contraindicações da rinomodelação?

A rinomodelação é um procedimento indicado exclusivamente para fins estéticos. Isso porque as alterações que ela promove não são tão expressivas quanto aquelas alcançadas com a rinoplastia. Essa técnica é indicada para alterar características como:

  • ponta caída;
  • formato sinuoso;
  • giba nasal (osso proeminente);
  • assimetrias;
  • desníveis pouco pronunciados.

Por não trabalhar o osso do nariz, a rinomodelação não modifica o seu tamanho nem faz alterações expressivas de formato. Ela também não é indicada para quem apresenta problemas de função nasal, que somente podem ser corrigidos com a rinoplastia.

Homens e mulheres podem ser submetidos a esse tratamento, porém, ele só pode ser feito depois que a face está totalmente desenvolvida. Sendo assim, crianças e adolescentes em fase de crescimento não podem fazer a aplicação do ácido hialurônico com essa finalidade.

A contraindicação da rinomodelação se estende para mulheres gestantes, alérgicos à substância, pessoas com lesões no local em que se pretende fazer a aplicação do ácido e  fio aquelas que apresentam quadros de doenças autoimunes.

Para todos que desejam pequenas alterações que a rinoplastia também promove, mas sem realizar um procedimento cirúrgico, a rinomodelação é a técnica ideal. A seguir, explicamos mais detalhadamente como ela é feita. Acompanhe!

Como a rinomodelação é feita no consultório do dentista?

Os dentistas são profissionais que apresentam amplo conhecimento da anatomia e dinâmicas faciais. Por isso, quando devidamente habilitados, podem fazer aplicação do ácido hialurônico e os fios de Pdo visando a rinomodelação.

Powered by Rock Convert

Como a técnica é simples, ela pode ser realizada no próprio consultório, sem a necessidade de internação. Isso porque é utilizada apenas uma anestesia local para minimizar possíveis desconfortos, já que o ácido hialurônico é aplicado por meio de injeções e o fio por meio de cânulas.

O ácido hialurônico é seguro para o organismo porque, na verdade, também é encontrado nele naturalmente. Sendo assim, não é entendido pelo corpo como algo estranho, o que faz com que as chances de rejeição sejam praticamente zero. A Polidioxanona ( Pdo) é uma sutura absorvível utilizada há anos na medicina, além de ser muito bem aceita tem a função de estimular colágeno de boa qualidade.

Para fazer a mudança de características, o especialista conversa com o paciente para saber quais são as suas expectativas. Então, ele analisa a face da pessoa e identifica os pontos ideais para aplicar  a fim de modelar o nariz conforme os resultados pretendidos.

Uma sessão de cerca de 20 a 30 minutos é suficiente para fazer a rinomodelação. Em alguns casos, pode ser necessário adicionar uma pequena quantidade de ácido após uma semana, com o intuito de complementar ou aperfeiçoar a modelação.

Os resultados são percebidos imediatamente após a aplicação da substância, mas eles se tornam muito melhores em cerca de 4 semanas. Nesse período o edema desaparece por completo, sendo possível visualizar o resultado definitivo do procedimento.

Quais cuidados esse procedimento requer?

Não existe uma preparação específica para fazer a rinomodelação. Se o paciente não apresentar nenhuma das contraindicações citadas ele pode realizar o procedimento sem problemas. Mas após a sessão, é preciso adotar certos cuidados para que não haja nenhum tipo de complicação.

Como o procedimento não é invasivo, a recuperação é muito tranquila. De toda forma, é natural que a parte central da face fique um pouco inchada e dolorida nas primeiras horas após a aplicação do ácido e/ou fio.

Também é preciso cuidar bem da pele, evitando maquiagens ou cremes, além de não tocar o rosto para não ocorrerem infecções. A aplicação de gelo no local é uma boa alternativa para minimizar ou evitar edemas.

Outro fator importante é o uso filtro solar, mas sempre conforme a recomendação do especialista que fez o procedimento. É interessante conversar com ele sobre isso e outros cuidados específicos que possam ser necessários em cada caso.

Tudo que for indicado deve ser seguido à risca para que os resultados sejam os melhores possíveis e você não tenha sintomas ou desconfortos. Além disso, é válido lembrar que a rinomodelação não dura para sempre.

Com o passar do tempo o ácido hialurônico é absorvido pelo organismo, sendo necessário fazer uma nova aplicação para manter os resultados desejados. O efeito do ácido tem uma duração média de dezoito meses, variando conforme o organismo de cada pessoa.O mesmo vale para o levantamento da ponta nasal realizado com fio de Pdo.

Embora seja necessário fazer novas aplicações, essa técnica continua sendo atrativa em função de não apresentar os mesmos riscos que a rinoplastia. Além disso, justamente por não ser definitiva é interessante para quem não tem certeza se ficará satisfeito com o resultado de uma cirurgia plástica.

Embora a rinomodelação seja segura, é essencial que esse procedimento seja feito por um especialista devidamente habilitado. Por isso, procure por boas clínicas especializadas em odontologia estética para alcançar excelentes resultados sem colocar em risco sua saúde.

Não são apenas características físicas que provocam incômodos. A apneia, por exemplo, causa transtornos porque dificulta o sono. Veja neste artigo como é feito o tratamento desse distúrbio.

Compartilhar:

Beatriz Senne de B. Novais

Beatriz Senne de B. Novais

Autora do Blog da SB ortoimplante | CRO 35323 | Reabilitação Oral - PUC RJ | Harmonização Orofacial (Membro Sbti) | Especializada em odontologia do Sono.

Leave comment

Postado em 10 de junho de 2019, por beatrizbritto.