Seja Bem-Vindo a SB Ortoimplante

O que é a ortodontia preventiva e quais os seus benefícios? Confira!

ortodontia preventiva

O que é a ortodontia preventiva e quais os seus benefícios? Confira!

Você, com certeza, deve conhecer várias pessoas que já usaram algum tipo de aparelho ortodôntico, seja durante a infância ou na fase adulta. Justamente por isso, a pergunta que vaga na cabeça de muita gente é: será que todo mundo precisa (ou vai precisar um dia) de usar aparelho?

Graças à ortodontia preventiva, é, sim, possível evitar dentes tortos ou problemas de má oclusão logo na infância. Muitas pessoas preferem remediar a prevenir, ou seja, só deixam para cuidar dos dentes quando algum problema bucal surge, por isso, no futuro, elas precisam usar aparelhos ou fazer tratamentos.

Se você quer saber mais sobre a ortodontia preventiva e deseja entender como ela pode evitar o uso do aparelho fixo, continue com a leitura deste texto!

O que é a odontologia preventiva?

Como já foi brevemente explicado acima, a ortodontia preventiva visa diagnosticar precocemente os possíveis problemas ortodônticos que uma pessoa possa ter e tratá-los antecipadamente. São realizados procedimentos para evitar, por exemplo, que a pessoa faça uso do aparelho fixo por um longo período, extraia algum dente permanente ou realize cirurgia ortognática.

A odontologia preventiva é um tratamento aplicado em crianças, afinal, nessa fase, em que os dentes ainda estão se desenvolvendo e a estrutura óssea está crescendo, é a hora perfeita para atuar. Depois que os problemas já apareceram, não há mais como fazer o tratamento preventivo — é por isso que o tratamento em adultos é chamado de corretivo.

Você deve estar se perguntando quais são os procedimentos realizados na odontologia preventiva. O foco principal desse tratamento é preservar os espaços naturais entre os dentes de leite para que os dentes permanentes possam nascer livremente. Assim, as chances de os dentes permanentes nascerem tortos ou “encavalados” diminui consideravelmente.

A maioria dos tratamentos de odontologia preventiva se resolve com o uso de aparelho móvel durante a fase de crescimento das crianças para manter os espaços citados acima. Caso o dentista perceba que a criança pode ter problemas de mordida cruzada ou má oclusão, ele também pode recomendar o o uso de aparelho, evitando a necessidade de um procedimento mais longo e delicado no futuro.

Além da indicação de uso do aparelho móvel, a odontologia preventiva ensina às crianças a importância de se pensar no futuro e cuidar dos dentes permanentes desde cedo. O dentista orienta os pequenos sobre a forma certa de se escovarem os dentes e de como usar o fio dental. Ele também faz aplicação de flúor. As crianças que não passam por essa conscientização têm cáries com mais facilidade e, no futuro, quando estiverem adultas, provavelmente terão problemas bucais mais sérios.

Powered by Rock Convert

Quando começar a odontologia preventiva?

Tudo depende da saúde bucal de cada paciente, mas algumas crianças aparentam problemas mais cedo que as outras e, por isso, precisam começar o tratamento. Cabe aos pais acompanhar o desenvolvimento dos dentes de seus filhos e identificar o aparecimento de qualquer problema logo no início.

Cada caso é um caso, mas, quanto mais cedo os pais levarem seus filhos ao dentista para iniciar o tratamento preventivo, melhores são os resultados e mais rápido eles aparecerão. Em crianças pequenas, por exemplo, o tratamento consiste em tirar a chupeta e acabar com o hábito dos pequenos de chupar o dedo, o que contribui para o surgimento de problemas de mordida. Por isso os dentistas insistem que, quando antes se começar o tratamento, melhor.

A odontologia preventiva trata crianças dos três até os doze anos, mas é essencial que os pais comecem a levar seus filhos, pelo menos, depois dos seis anos ao dentista. Entre os seis e os doze anos de idade, a criança passa pela fase de pico de crescimento ósseo, assim o profissional pode aproveitar esse momento para incentivar o desenvolvimento correto do maxilar e da mandíbula da criança.

Quais os benefícios da odontologia preventiva?

Vale ressaltar que o tratamento preventivo não se aplica a todo os problemas ortodônticos e também não garante que a pessoa fique livre de problemas bucais no futuro e não precise de fazer um tratamento corretivo. Afinal, a odontologia preventiva é um tratamento e não uma fórmula mágica.

Embora o tratamento não seja tão milagroso assim, prevenir ainda é melhor que remediar quando o problema já apareceu. Conheça agora os maiores benefícios da odontologia preventiva:

  • a odontologia precoce aproveita o fato de que o maxilar da criança está em desenvolvimento para corrigi-lo;
  • o tratamento precoce também é útil em casos em que a arcada dentária ou o maxilar não estão na posição correta, pois o uso de aparelhos pode solucionar esses problemas;
  • os aparelhos ortodônticos infantis mudaram muito nos últimos tempos. Agora eles estão mais modernos, confortáveis e atraentes;
  • a prevenção corrige hábitos orais indesejáveis, como o uso da chupeta.

Além disso, a ortodontia preventiva:

  • simplifica o tratamento corretivo e reduz o tempo de tratamento;
  • facilita o nascimento dos dentes permanentes e reduz a chance de impedimento de erupção dos dentes;
  • melhora problemas fonoaudiólogos;
  • diminui a possibilidade de o indivíduo precisar extrair algum dente permanente no futuro;
  • melhora a estética bucal e aumenta a autoestima da criança;
  • é uma forma de economizar dinheiro e tempo, visto que o tratamento corretivo é mais demorado, logo, gera mais custos com o dentista.

Onde encontro a odontologia preventiva?

Praticamente todos os profissionais que lidam com crianças fazem o tratamento preventivo. Se você busca por ortodontia preventiva no Rio de Janeiro, saiba que a SB Ortoimplante trabalha com especialistas na área.

Seja qual for a clínica odontológica que você pretende escolher para confiar a saúde bucal do seu filho, certifique-se de estar lidando com uma clínica séria, com profissionais especializados. Você sabia que os dentistas, assim como os médicos, são divididos por especializações? Portanto, leve a criança a um dentista próprio para crianças e que execute um bom trabalho de odontologia preventiva. Essa é a melhor maneira de garantir que ela terá dentes bonitos e alinhados no futuro.

Ficou interessado no tratamento preventivo? Está à procura de uma clínica de qualidade com profissionais qualificados? Então entre em contato conosco e conheça mais sobre o nosso trabalho!

Compartilhar:

Beatriz Senne de B. Novais

Beatriz Senne de B. Novais

Autora do Blog da SB ortoimplante | CRO 35323 | Reabilitação Oral - PUC RJ | Harmonização Orofacial (Membro Sbti) | Especializada em odontologia do Sono.

Leave comment

Postado em 10 de abril de 2019, por beatrizbritto.