Seja Bem-Vindo a SB Ortoimplante

Espaço entre os dentes: entenda a diastema e como tratá-la

Espaço entre os dentes: entenda a diastema e como tratá-la

Você sabia que o espaço entre os dentes é chamado de diastema? Considerada, na maioria das situações, uma questão estética, essa característica encontrada especialmente nos dentes centrais superiores divide opiniões entre o público: há quem acredite ser um charme e há quem enfrente isso como um problema visual.

Com base nisso, vamos apresentar neste artigo mais informações sobre o diastema, incluindo o que de fato o problema é, quais são as suas causas e os seus tratamentos. Se você quer aprender sobre o assunto, continue a leitura!

O que é o diastema?

O diastema é o nome clínico utilizado para denominar o espaçamento entre os dentes, relacionado ao mau posicionamento dentário. Isso significa que nada mais é do que a presença de dentes abertos, ou seja, separados no maxilar superior.

Normalmente, a situação só é problemática em adolescentes e adultos, uma vez que a dentição já é permanente e é preciso recorrer à ortodontia ou outro tratamento odontológico para solucionar o problema.

Em bebês e crianças com dentes decíduos — popularmente conhecidos como dentes de leite — essa característica não é preocupante. Pelo contrário! Ela ajuda a garantir que exista espaço o suficiente para que a dentição definitiva — geralmente mais volumosa  cresça de maneira adequada.

O que causa o problema?

As causas para o surgimento do diastema podem ser várias, mas existem algumas que são associadas com mais frequência ao problema. São elas:

  • presença do freio labial — tecido fibroso que une a gengiva ao lábio e afasta os dentes durante seu desenvolvimento;
  • falta de proporção entre o tamanho dos dentes e o tamanho do maxilar;
  • ausência da erupção de algum dente;
  • influência de questões hereditárias;
  • interferência de problemas oclusais;
  • pressão da língua sobre os dentes durante a fala, que empurra as estruturas dentárias para frente;
  • sucção dos dedos, principalmente do polegar;
  • deglutição anormal  maneira inadequada de consumir alimentos.

Como é feito o tratamento?

Em geral, as técnicas utilizadas para solucionar o problema têm o intuito de unir os dentes afastados. As estratégias são escolhidas por um profissional de acordo com as causas de cada situação. Os procedimentos mais utilizados são:

  • utilização do aparelho ortodôntico, tanto fixo quanto móvel, que atua alinhando e corrigindo a posição dos dentes, mas necessita de um período de tratamento maior, já que o método funciona por meio da aplicação de forças que movimentam os dentes de acordo com o diagnóstico profissional;​
  • colocação de próteses fixas como coroas, pontes, facetas e lentes dentárias;
  • realização de restauração para preencher os espaços entre os dentes com resina composta, em especial quando o espaço entre os dentes é pequeno;
  • intervenção cirúrgica, que ocorre quando o diastema é causado pela inserção inadequada do freio labial;
  • colocação de um implante dentário, desde que as condições ósseas sejam favoráveis e exista espaço suficiente para a aplicação.

Agora que você já sabe o que causa o espaço entre os dentes, como o problema é chamado e quais são os principais tratamentos, fique atento em relação à sua estética dental e frequente periodicamente clínicas odontológicas para assegurar a saúde e a beleza do seu sorriso. Vale mencionar que essa é uma forma de aumentar o bem-estar e a autoestima!

Se você quer ter outras informações para manter a sua saúde bucal em dia, veja aqui quais são os principais tratamentos para a apneia do sono

Compartilhar:

Leave comment