Seja Bem-Vindo a SB Ortoimplante

Entenda agora como é o tratamento de ronco e apneia

tratamento de ronco e apneia

Entenda agora como é o tratamento de ronco e apneia

Embora muitas pessoas pensem que o ronco é uma característica natural do corpo humano, a barulheira noturna pode ser um indício de que há alguma coisa muito errada com a respiração.

É claro que existem alguns casos menos sérios em que o ronco é resultado das vibrações que a passagem de ar causa nos tecidos da garganta, e esses não precisam de tanta atenção. Mas roncar também pode ser um sintoma de um distúrbio respiratório chamado apneia do sono e, nesse caso, o indivíduo precisa procurar um tratamento de ronco e apneia.

Neste texto, além de entender de uma vez por todas o que é essa tal de apneia do sono, você também vai descobrir algumas formas de tratar o ronco e apneia.

Ficou interessado? Então continue a leitura!

O que é a apneia do sono?

A palavra apneia significa suspensão momentânea da respiração, ou seja, a apneia do sono é um distúrbio respiratório potencialmente grave — já que o indivíduo para momentaneamente de respirar durante seu sono, o que geralmente ocorre várias vezes ao longo da noite.

Existem dois tipos de apneia do sono, sendo eles:

Apneia obstrutiva do sono

Esse é o tipo mais comum entre a população. A apneia obstrutiva do sono acontece quando os músculos da garganta relaxam durante o sono e as vias respiratórias são obstruídas, o que impede a respiração. O cérebro percebe que a quantidade de oxigênio presente no sangue cai e manda mensagens para que o indivíduo desperte e volte a respirar normalmente. Devido à dificuldade para respirar, o indivíduo costuma roncar e produzir sons como se estivesse sufocado.

Quem sofre de apneia obstrutiva do sono, geralmente, acorda várias vezes ao longo da noite, e isso acaba prejudicando a qualidade do sono. Se você tem dificuldade em manter um sono profundo e fica sonolento durante o dia, cuidado: esse pode ser um sintoma de apneia!

Apneia do sono central

A apneia do sono central é bem menos comum e acontece por uma pequena “falha” do cérebro. O que ocorre, nesse caso, é que o cérebro não transmite corretamente os sinais para os músculos responsáveis pela respiração — logo, a respiração fica falha e dificultosa.

Assim como na apneia obstrutiva do sono, a pessoa também pode acordar várias vezes durante a noite e ter dificuldades em manter um sono tranquilo, o que resulta no cansaço e na sonolência durante o dia.

Tratamento de ronco e a apneia, como funciona?

Existem várias formas de tratar ou prevenir o ronco e a apneia do sono, mas cada caso exige um tratamento diferente. Confira agora como cuidar da sua ronqueira ou apneia:

1. Perdendo peso

O excesso de peso é um fator de risco da apneia do sono, principalmente para quem sofre de apneia obstrutiva. Lembra-se que a apneia obstrutiva do sono ocorre porque os tecidos da garganta impedem a passagem de ar? Estar acima do peso agrava ainda mais essa situação, pois a gordura ao redor do pescoço restringe as vias respiratórias.

2. Usando o umidificador no quarto

O umidificador pode ser um grande aliado no combate ao ronco, mas surte pouco ou nenhum efeito contra a apneia.

Quando o ronco é causado por congestão nasal, problemas respiratórios ou alergias, a umidade do ar melhora (e muito) a qualidade da respiração e, assim, diminui o ronco.

Powered by Rock Convert

Mas vale salientar que o umidificador não cura o ronco, ele apenas facilita a respiração. O problema ainda deve ser tratado com um médico.

3. Abolindo o uso de sedativos

Essa não é uma dica para melhorar os sintomas do seu ronco ou curar a sua apneia, mas sim um alerta para o que pode acontecer durante o seu sono, caso você use calmantes e sedativos antes de dormir.

Uma característica de quem tem apneia, como já dissemos, é acordar durante a noite para normalizar a respiração. Com o uso dos sedativos, a pessoa pode não acordar para respirar, o que piora a sensação de sufocamento.

4. Evitando beber antes de dormir

Você conhece alguém que, após passar a noite bebendo, ronca muito alto durante a noite? Esse fenômeno é muito comum e acontece porque o álcool age como um relaxante muscular que deixa os músculos das vias respiratórias mais frouxos, o que acaba causando o ronco. Em caso de apneia obstrutiva do sono, o álcool pode ser um agravante pelo mesmo motivo.

O álcool também deixa o sono mais agitado, e quem bebe antes de dormir, com certeza, acordará cansado.

5. Dormindo de lado

Muitas pessoas são cutucadas por seus parceiros quando dormem de barriga para cima. Nessa posição, a garganta recebe uma pressão maior, as vias respiratórias se estreitam e o ronco aumenta. Dormir de lado pode, sim, ajudar a amenizar o ronco.

6. Usando aparelhos ou dilatadores

Se você ronca porque a sua língua relaxa e desliza para trás, tampando a sua garganta, os aparelhos ortodônticos podem ser a solução! Os aparelhos (sejam eles móveis ou fixos) corrigem a posição da língua e da mandíbula do indivíduo, facilitando a passagem de ar.

O que pode resolver o seu problema, caso você sinta dificuldade para respirar pelo nariz enquanto dorme, são os dilatadores nasais. Tanto os dilatadores quanto os aparelhos facilitam a passagem de ar, só que por vias diferentes.

7. Fazendo cirurgia

Infelizmente, em alguns casos de apneia, o único tratamento é a cirurgia. Se o indivíduo tiver algum problema anatômico — como queixo retraído, amídalas protuberantes, estreitamento anormal da garganta ou presença de carnes esponjosas no nariz — é muito provável que ele precise realizar uma cirurgia.

Cada caso requer um tipo de intervenção diferente, mas o ideal é que você deixe a cirurgia como última opção. Tente todos os métodos possíveis antes de se submeter a isso.

Como saber qual o melhor tratamento para o meu caso?

Não existe pessoa melhor que um bom médico para ajudá-lo a definir qual é o tratamento mais adequado para o seu ronco ou apneia. É imprescindível que você procure a ajuda de um profissional antes de tentar qualquer um dos métodos citados acima.

O médico vai analisar o seu caso porque, como já dissemos várias vezes, o ronco e a apneia podem ser causados por diversos motivos e cada situação deve ser tratada de uma determinada forma.

Tentar solucionar o problema sozinho não surtirá efeito algum, e quanto mais você demora para procurar ajuda médica, mais o seu caso pode se agravar, principalmente se tratando de apneia do sono.

Esses problemas devem ser levados a sério porque ambos têm graves consequências se não forem bem tratados. Existem vários tratamentos de ronco e apneia, então, procure um médico imediatamente e resolva já o seu problema!

Gostou das nossas dicas? Quer saber mais sobre tratamentos ortodônticos para ronco? Então acesse o site da SB Ortoimplante, curta a nossa página no Facebook e conheça um pouco mais sobre o nosso trabalho.

Compartilhar:

Beatriz Senne de B. Novais

Beatriz Senne de B. Novais

Autora do Blog da SB ortoimplante | CRO 35323 | Reabilitação Oral - PUC RJ | Harmonização Orofacial (Membro Sbti) | Especializada em odontologia do Sono.

Comentário em "Entenda agora como é o tratamento de ronco e apneia"

  1. […] um entre tantos tratamentos como o melhor é uma afirmação um tanto presunçosa, já que existem várias causas para o […]

Leave comment

Postado em 2 de outubro de 2018, por beatrizbritto.